Eleitoral ilegal

Em frente ao prédio da Justiça Federal, em Curitiba, agora há pouco, uns 30 – no máximo – patetas fizeram uma homenagem à Lava Jato, declarando “apoio incondicional” à operação, ao ministro Moro e ao presidente Bolsonaro.

Os patetas estão absurdamente no caminho errado, se querem ser levados a sério na República. No que chamam de manifestação, fazem “propaganda [eleitoral] prematura e ilegal”. Garantidamente, tocar nos alto-falantes “Bolsonaro 17” – com nome e número do candidato, é crime.

No trio, uma mulher decrépita evangelizou: “Vocês querem que o Lula saia da cadeia?”. Minha senhora, a gente querer é uma coisa, a gente cumprir a lei é outra. Não me parece das curitibanas o desmiolo e a falta de classe simultaneamente. Rompendo em linha do desagradável.

Por fim, o vídeo porcaria da propaganda fora de época do pessoal. Em frente à Justiça, pelo favor entre servidores públicos e pelo crime eleitoral. Em tempo. Pedindo seu voto (agora você pensa ou fala “eu vou votar mesmo! Mito!”).

Editado pelo jornalista Aroldo Murá e publicado originalmente no site dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *