‘Não gosto nem um pouco’, escreve Dom Peruzzo sobre Bolsonaro

A matéria do Estadão sobre a reunião do presidente Jair Bolsonaro com representantes de TVs católicas ligados à “ala que diverge politicamente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)” rendeu uma carta do arcebispo de Curitiba, José Antônio Peruzzo. Como é sabido. Ela parece motivada particularmente pela aparição de Padre Reginaldo Manzotti no noticiário, nestes termos:

“‘Nós somos uma potência, queremos estar nos lares e ajudar a construir esse Brasil. E, mais do que nunca, o senhor sabe o peso que isso tem, quando se tem uma mídia negativa. E nós queremos estar juntos’, observou Manzotti, dirigindo-se ao presidente.”

— “Por verbas, TVs católicas oferecem a Bolsonaro apoio ao governo”. Estadão. 6.jun.2020.

Na carta, Dom Peruzzo argumenta que a matéria “pareceu maldade encomendada. Tudo se tornou ainda mais debatido depois da nota do setor de comunicações da CNBB. Também foi uma nota infeliz. Foi detrativa”.

“Embora [sejam] especialistas [os que emitiram a resposta da CBNN], tomaram como veraz uma reportagem viciada. E puseram-se a falar que a Igreja não aceita barganhas. É uma pena que chamaram de barganha o que e quem nada barganhou. Basta verificar e acompanhar toda a reunião. Quem barganhou?”, questiona.

Para mim, o que realmente importa é que o arcebispo, ufa!, não gosta nem um pouco do atual presidente.

“Ponderei a ele [padre Reginaldo Manzotti] que não gosto nem um pouco do atual presidente”.

— Dom Peruzzo. Íntegra publicada no portal Bem Paraná, no blog Ancoradouro, e na Revista Ideias.

Foto: Arquidiocese de Curitiba/Divulgação.

2 respostas em “‘Não gosto nem um pouco’, escreve Dom Peruzzo sobre Bolsonaro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *