Continho da família #3

Existe algo de esplêndido na apresentação MTV Unplugged de Lauryn Hill, quando, ainda que jamais saibamos se o álbum é ou não mero acaso da indústria fonográfica, a artista volta ao palco depois de encontrar a si mesma. Lauryn, dentre outras coisas, deu a mim a amizade com Marina Oliveira, a quem as músicas faziam sentido no tumulto da faculdade de jornalismo.

Marina e eu já enterramos pelo menos uma amiga em comum, ela me avisa quando é aniversário dela, para que eu escreva alguma coisa que preste em meio aos parabéns obrigados da agenda. Mas Lauryn tem algo de melhor-pior.

Em “I Gotta Find Peace Of Mind” me faz pensar que Deus não desiste de nos encorajar, justamente porque o Outro também não para.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *